FILARMÓNICA DO CRATO PARTICIPA EM ENCONTRO DE BANDAS EM SARILHOS GRANDES

A Filarmónica do Crato encontrou-se com duas bandas amigas no 3º Festival de Bandas da AMUT – Academia Musical União e Trabalho, de Sarilhos Grandes (Montijo) na tarde/noite de 23 de junho de 2018, sábado. Para além da AMUT e da Filarmónica do Crato, juntou-se a Banda Filarmónica Perpétua Azeitonense. Esta banda esteve no Crato no ano transato. A amizade entre bandas vem de um encontro em Janes (Cascais) onde a nossa Filarmónica e a AMUT fizeram amizade tendo-se mesmo verificado uma certa mística entre os diferentes executantes, novamente verificável nesta ocasião. O elemento agregador neste caso é o maestro Medinas (alentejano de Reguengos de Monsaraz), que dirige a banda de Janes e a de Azeitão. Este maestro é uma força da natureza e trata-se de uma pessoa muito jovial, o qual deixa sempre a sua marca de simpatia e união nos encontros de bandas. Para além da sua qualidade técnica, é dotado de grandes qualidades humanas. Nunca deixa passar um destes encontros sem prestar uma justa e elevada homenagem ao nosso querido e consagrado executante Carlos Alberto Girão, por quem nutre elevada estima e consideração.

Voltando ao encontro de bandas, o mesmo começou por volta das 16 horas com uma pequena arruada com as três bandas misturadas a interpretar um tema conjunto. Trata-se sempre de um momento interessante de convívio. Em seguida, as três bandas iniciaram os concertos no auditório da banda local, com bastante público. O espaço era bom, diga-se que a sede da AMUT era extraordinária, com muitos espaços e salas. Os três concertos foram de boa qualidade e ninguém terá dado por mal empregue o tempo.

Seguiu-se o jantar, self-service, repleto das melhores iguarias e que deixou todos os presentes agradados e fartos. Não faltaram as tradicionais sandes de courato, muito apreciadas pelos visitantes.

Após o jantar, veio aquele momento de convívio entre as três bandas, especialmente com os elementos de Sarilhos e do Crato, tal como ocorreu em Janes. E foi um cimentar de boa disposição, boa música, amizade, enfim, o verdadeiro espírito do encontro de bandas com muitos e bons músicos a mostrarem as suas qualidades e divertimento. E se mais tempo houvesse, maior seria a festa!

A Filarmónica do Crato apresentou-se em Sarilhos Grandes com 32 executantes, esteve para não ir, mas fruto da boa vontade de muitos e da ajuda de outros, lá se conseguiu manter a palavra. Infelizmente, verificou-se a ausência de muitos elementos que até poderiam ter feito um ligeiro esforço e seguirem com a Banda, a sua verdadeira obrigação desde que fazem parte da sua estrutura e abdicarem de “pequenos” privilégios e egoísmo pessoal ou coletivo.

A Filarmónica do Crato agradece ao município o apoio prestado com a cedência do autocarro (Volvo), que mesmo sendo “velhote”, está em belíssimo estado de conservação. E esse mérito tem de ser dado ao seu zeloso motorista, o prestimoso e profissionalíssimo, João Neves (Fona).

Quanto à receção da AMUT, a mesma não merece qualquer reparo, pelo contrário, devemos dar-lhes todos os elogios. Boa organização, boas instalações, muita amizade, bons concertos e arruadas, excelente jantar e enorme folia após a refeição. Parabéns! Esta banda merece vir ao Crato quanto antes!

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress