FILARMÓNICA DO CRATO EM MOURÃO

Dia 19 de outubro de 2019, sábado, a Banda Municipal Mouranense organizou o seu XIº Encontro de Bandas proporcionando à população do concelho de Mourão uma belíssima tarde de boa música. Para além da anfitriã, a Banda Municipal Mouranense, marcaram presença a Banda Filarmónica de Odemira e a Filarmónica do Crato, que se apresentou com 35 elementos, bastante bem equilibrada.

O encontro correu de forma organizada e nem a chuva atrapalhou. Após os cumprimentos junto à Câmara Municipal da bonita vila de Mourão, distrito de Évora, aos pés do Alqueva, as três bandas dirigiram-se para o salão dos Bombeiros Voluntários locais onde as aguardava um público em bom número, atento e adepto das bandas e da música filarmónica. Os concertos foram de elevado nível e os reportórios muito bem escolhidos por parte dos maestros. A Banda local apresentou muitos elementos e com uma secção metálica muito consistente e de qualidade. O facto mais curioso foi o de ter surpreendido todos os presentes com o maestro da banda, o veirense Luís Massano, a fazer-se substituir pelo seu filho de 15 anos, o qual demonstrou uma enorme qualidade para a arte da direção musical. O pai, por sua vez, ocupou o lugar do filho, no naipe das trompas. A banda de Odemira, apesar de mais pequena, e a recuperar de uma paragem recente, apresentou-se com muita qualidade. A Filarmónica do Crato, cumpriu muito bem o seu papel, mantendo os seus créditos no resto do território do Alentejo.

Após os concertos, o convívio que decorreu num outro espaço foi excelente, com a banda local a oferecer um bolo de aniversário ao aniversariante cratense, Henrique Fernandes, que cumpria 17 anos. A amizade imperou a par com a boa gastronomia. A Direção, maestro e executantes de Mourão tudo fizeram para agradar aos convidados, o que foi por completo atingido. Tratando-se de alentejanos, sabem receber como ninguém! Um agradecimento especial para o seu Presidente da Direção, Rui Vitorino, que possui uma longa relação de amizade e profissionalismo com o cratense Francisco Baptista, o qual tudo fez para satisfazer toda a gente, o que fez em pleno.

Mourão é uma bonita vila. Histórica, com fortaleza, tal como o Crato seria se não tivesse sido destruída. Nas ruas do centro histórico, ainda são visíveis muitas tampas de esgoto made in Crato com a chancela da Fundição de Crato. Também já as temos visto em Vila real de Santo António e na baixa de Lisboa.

Uma vez que o Encontro de bandas tinha início às 14.30h, a Direção da Banda, para proporcionar todas as condições aos seus executantes, entendeu oferecer o almoço na Casa do Benfica de Évora, onde o atendimento e a refeição foi do agrado de todos, para além do enorme convívio.

Note-se que a Filarmónica do Crato voltou a tempos antigos em que se fazia acompanhar de várias pessoas ligadas à banda e suas amigas, o que voltou a acontecer como há muito não se via. Precisamos de pessoas para relatarem no Crato aquilo que a sua embaixadora faz lá fora!

Para a Câmara Municipal do Crato, um enorme obrigado pela cedência do autocarro municipal, excelentemente dirigido pelo João Neves, sempre muito profissional. Certamente, nos apoiará aquando da retribuição da enorme receção que a Banda de Mourão proporcionou à Filarmónica do Crato e todos estaremos à altura.

Facebook

Get the Facebook Likebox Slider Pro for WordPress